Shikanai
 

 

Shihan Shikanai

 
 

Ichitami Shikanai é japonês de Aomori, nascido em 30/07/1947. Estudou economia na Universidade Meiji (Tóquio, Japão). Chegou ao Brasil em 1975 na delegação do professor Kobayashi Yasuo,
seu professor.

Iniciou suas atividades no estado do Rio de Janeiro como um dos representantes no Brasil perante à Academia Central, Fundação Aikikai, em Tóquio (Japão).

 

Shikanai

Shihan Shikanai

O Professor Ichitami Shikanai, Presidente e Supervisor do ARJ, é um entusiasta estudioso do Aikido (7° dan), do Shinto Muso Ryu Jo (okuiri), do Iai (Muso shinden Ryu). Reside em Belo Horizonte desde 1984, dedicando-se ao ensino dessas artes. Lecionou na Polícia Militar de Belo Horizonte, na cadeira de ataque e defesa, como instrutor de bastão. É o supervisor responsável pelo Aikido Rio de Janeiro - ARJ, Belém, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Natal e Jerusalem (Israel). Fundou e administra o Nakatani Dojo, na Savassi, em Belo Horizonte / Minas Gerais.


Shihan Kobayashi Yasuo

O professor de Ichitami Shikanai, sensei Kobayashi Yasuo, nasceu em Kudan, Chiyoda-ward, Tokyo, em Setembro de 1936, e foi aluno direto do fundador do Aikido,
Morihei Ueshiba.

Como uchideshi do Hombu Dojo, foi instruido pelo fundador, e também pelo segundo doshu, Kisshomaru Ueshiba sensei. Quando Kobayashi se formou na universidade, em 1958, ele se tornou shidoin (instrutor) no Hombu Dojo, e trabalhou com o segundo doshu, de quem recebeu a missão de difundir o Aikido pelo mundo.

Após abrir seu próprio dojo, em Kodaira, começou a treinar outros alunos, dedicando-se, daqui por diante, à difusão do Aikido, em diversas cidades no Japão.

Em 1975, enviou um de seus alunos, shidoin Ichitami Shikanai ao Brasil, com a missão de estabelecer o Aikido. Kobayashi então começou a viajar pelas Américas, Asia e Europa. Em 2003, contavam-se 120 grupos afiliados ou estabelecidos por Kobayashi em todo o mundo.


 

Período em que
Kobayashi foi
uchideshi no
Hombu Dojo
(1957)

1. Kobayashi Yasuo
2. Tamura Nobuyoshi
3. Noro Masamichi
4. Yamada Yoshimitsu


^ topo

   


Entre os dois principais alunos de Kobayashi, estavam Igarashi e Shikanai. Como Igarashi estava recém casado, Shikanai se apresenta como voluntário para vir ao Brasil. Então, em junho de 1975, chega ao Rio, acompanhado por Kobayashi Yasuo, o prof. Ichitami Shikanai.

Shikanai assume o ensino do Aikido no dojo de Copacabana, substituindo o professor Teruo Nakatani. Monta um dojo em Niterói a ser dirigido diretamente por ele, ficando a academia da Barata Ribeiro sob a direção de Adélio. E o prof. Shikanai ministrando aulas seg/qua/sex, pela manha e à noite, somente.


Prof. Nakatani

Na ida para Niterói, acompanham dois faixas-pretas que são fundamentais no Aikido do Rio de Janeiro, Pedro Paulo Coelho e Bento Guimarães.

No dojo de Niterói, administrado somente por ele, ingressam Antonio Augusto, Alberto Ferreira e Carlos Nogueira. Este ultimo, mais tarde, emigra para Los Angeles, onde ingressa no Iwama-Ryu e hoje – tendo retornado - representa no Brasil a linha do Saito-sensei.


Exame de graduação - Dojo Niterói
Shikanai Sensei e Prof. Clovis


Então, em 1985, Shikanai leva o aikido para Belo Horizonte onde muda com a família para uma casa térrea no bairro de Carlos Prates. Primeiro local de prática foi em casa, depois Praça Raul Soares, um dojo de judô em cima do posto de gasolina e finalmente na Savassi, onde se encontra até hoje com muito sucesso há mais de dez anos e com um trabalho primoroso difundindo e contribuindo para o crescimento
da arte.